In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow
General repreende senador: “O sr. chamou um integrante do Alto Comando do Exército de maluco?

O senador Randolfe Rodrigues usou a tribuna do senado e chamou o General Mourão de ‘maluco’.

As palavras de Randolfe, que estão no site do senado, foram: ” … a história se repete como farsa […] as declarações do general Mourão podem ser a opinião isolada de um “maluco”, mas a possibilidade de chantagem das Forças Armadas mostra a falta de autoridade do presidente Michel Temer …”

A resposta do General de Brigada Paulo Chagas foi imediata.

Leia abaixo o email que ele enviou ao senador:

Exmo Sr Senador Randolfe Rodrigues

Corrija-me, por favor, se eu estiver enganado, mas, de acordo com as minhas observações, baseadas na forma como VExa faz seus pronunciamentos públicos, o Sr faz parte de uma minoria que se julga discriminada no conjunto da sociedade e que, coerentemente, empenha-se pela aprovação de leis que privilegiem o seu direito à vida, à manifestação de suas opções e à integridade física, acima do que é oferecido aos demais brasileiros. Repito, por favor, corrija-me e desculpe-me se eu estiver enganado!

 
GAL. MOURÃO - PALESTRA "A ATUAL SITUAÇÃO DO BRASIL E INTERVENÇÃO

 
Ajudando a mídia a difundir: A JUSTIÇA É CEGA E AS LEIS SÃO MUDAS

 
VALE LER = TUA VIDA HOJE: Esquizofrenia social - Gen Santa Rosa

ESQUIZOFRENIA SOCIAL
(por Maynard Marques de Santa Rosa)

A transição atual é prolífica em extravagâncias que espelham interesses de todo o tipo, ensejando uma agenda surpreendente. 
A proposta de trocar o sistema presidencialista pelo parlamentarismo, porém, é tema recorrente. Os políticos costumam culpar o presidencialismo dito de coalizão ou semiparlamentarismo, por tornar o poder executivo refém do Legislativo. Marotamente, omitem a causa da desarmonia: o parlamentar em função executiva. Pelo certo, o senador ou deputado, ao aceitar cargo no executivo, deveria perder o mandado legislativo, em favor do princípio da independência dos poderes. Da mesma forma, fingem esquecer que a soberania popular, fonte de todo o poder, escolheu o presidencialismo puro, em dois plebiscitos recentes. Além disso, é inoportuna. Uma reforma que delega mais autoridade ao estamento político, no momento mais crítico da sua credibilidade, é uma insensatez.
 
Não há fórmula mágica. A sociedade precisa partir para resolver o problema Se não fizer..

 
PALAVRAS DE UM JUIZ: AS CINCO QUADRILHAS QUE ROUBARAM E DESTROÇARAM A ECONOMIA DO BRASIL
Palavras de um Juiz
 
Resumo efetuado pelo Excelentíssimo Juiz Dr. Erick Bretas para ajudar de maneira simples, àqueles que tentam entender o que se passa no Brasil Corrupto.
 
"Se você analisa as delações da JBS, as da Odebrecht e as das demais empreiteiras, a conclusão é mais ou menos a seguinte.
 
 O Brasil foi dividido entre cinco grandes quadrilhas nas últimas duas décadas. 
 
A maior e mais perigosa, diferentemente do que diz o Joesley, é a do PT. Era a mais estruturada, mais agressiva, mais eficiente e com planos de perpetuação no poder. Comandava a Petrobras, vários fundos de pensão e dividia o poder com as quadrilhas do PMDB nos bancos públicos. Sua maior aliada econômica foi a Odebrecht. O chefão supremo era o Lula. Palocci e Mantega, os operadores econômicos. Era o Comando Vermelho da política: pra se manter na presidência eram capazes de fazer o Diabo.
 
Os Incríveis Anos 60 70 80

 
Mais Artigos...
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL