In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow
A reforma da previdência

Deixa ver se eu entendi direito. A reforma da previdência usa como "justificativa" igualar a aposentadoria dos servidores públicos aos da iniciativa privada. Então alguém pode me responder as seguintes questões:

1) Por que o servidor público precisará contribuir por 25 anos e o da iniciativa privada por 15 , se no fim das contas vão receber a mesma coisa ?

2) Por que o servidor público precisará descontar 14% sobre todo o seu salário e o da iniciativa privada desconta 8% sobre o teto do INSS, se no fim das contas vão receber a mesma coisa ?

 
Vamos fazer a nossa parte

 
Historia da economia Brasileira

Morto em 2001, o economista e diplomata Roberto Campos estaria hoje com 100 anos. Relembre algumas de suas melhores frases sobre quanto o Estado estorva a vida de empresas e cidadãos, publicadas pelo Estadão:

“O bem que o Estado pode fazer é limitado; o mal, infinito. O que ele pode nos dar é sempre menos do que nos pode tirar.”

“Nossa Constituição é uma mistura de dicionário de utopias e regulamentação minuciosa do efêmero.”

“Uma vez criada a entidade burocrática, ela, como a matéria de Lavosier, jamais se destrói, apenas se transforma.”

“Continuamos a ser colônia, uma país não de cidadãos, mas de súditos, passivamente submetidos às ‘autoridades’ – a grande diferença, no fundo, é que antigamente a ‘autoridade’ era Lisboa. Hoje, é Brasília.”

 
Que desgraça se abateu sobre nós

 
A Previdência

 
Almoço mensal da Reserva Ativa promovido pelo Comando Militar do Planalto CMP e comemoração do Natal de 2017.

 
O SILÊNCIO DAS FORÇAS ARMADAS

Uma coisa que a população nas ruas não entende é a razão do silêncio das Forças Armadas. O principal motivo desse aparente silêncio é óbvio: as Forças Armadas não podem falar por falar. Qualquer pronunciamento mais incisivo do Comando equivale a ação política. Se, por exemplo, o Comandante do Exército criticar qualquer ato do presidente da República, ou recusar-se abertamente a cumprir ordens das autoridades civis, isso quase equivale a golpe de Estado, porque das duas, uma: ou o Comandante é demitido, ou o Governo cai. Não existe a hipótese de pronunciar-se contra e ficar no cargo, nem do Governo permanecer incólume no poder após o pronunciamento, desmoralizar-se, ou mesmo cair...Essa situação é muito parecida com a dos juízes. Um dos princípios fundamentais da magistratura é que "o juiz só fala nos autos do processo".
 

 
Mais Artigos...
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL