Afronta
Repasso profundamente envergonhado pela total omissão de nossas autoridades na busca em se encontrar aquele que queimaram a nossa Bandeira. Isto é um ato criminoso.

Há alguns anos atrás, em uma cidade gaúcha, um velho Coronel reformado, sozinho, afrontou uma turba e impediu que a Bandeira Nacional fosse arriada sendo, em seu lugar, hasteada a bandeira do MST. No Dia Sete de Setembro de 2013, na capital paulista,
grupos de jovens envenenados pelo marxismo (ver fotos) vilipendiaram a nossa Bandeira e exibiram, com evidente orgulho, a bandeira cubana. Chegaram ao cúmulo de queimar o Símbolo da Pátria em cuja defesa, no passado, tantos deram a própria vida. Onde estavam as "autoridades" que nada fizeram? Que jornais protestaram? Que autoridades, tanto civis quanto militares, empenharam-se em identificar os apátridas para puni-los com o rigor da Lei e, depois, remetê-los para Cuba? Não se tem notícia de providência alguma. Caminhamos, seguramente, para um estado de total anomia. É triste, vergonhoso e lamentável termos atingido tal estado de degradação do sentimento de Pátria.

A Nação sangra e os covardes fingem não ser com eles!
Para onde estão sendo conduzidas as nossas Legiões?
O que há por detrás do mórbido silêncio?
Qual seria o limite?

" O limite entre a tolerância e a ação é a segurança da obra". (Pátria)

Que todo e qualquer omisso traidor, reserve o último projétil para si mesmo, pois irá precisar. (Joe)








 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar