Ministro e ex-ministro da Defesa imersos na lama?
 Jacques Wagner, um rascunho de biografia/prontuário
 
Estudou   -- o básico e o 2º grau -- 7 anos no Colégio Militar do Rio de Janeiro (Realengo), que  ganhou o nome de ~General João Figueiredo (este  filho do General Euclides Figueiredo). Concluído o curso, Jacques que não tinha vocação alguma para a carreira militar, submeteu-se ao vestibular de Engenharia, sendo aprovado e matriculando-se no curso de Engenharia Civil.
Mal ingressou na universidade resolveu fazer política estudantil no Diretório o Acadêmico. Não era mesmo de estudo, mas um agitador antissocial. Declarou está sendo perseguido pelas forças armadas. Fugiu para a Bahia e conseguiu trabalho no Complexo de Camaçari. Filiou-se ao Sindicato dos Metalúrgicos. Não podia viver sem promover agitação. Diz ter trabalhado na manutenção. Uma inverdade! Sindicalista não trabalha, agita. Claro que fugitivo da universidade no primeiro ano de engenharia civil não detém os conhecimentos mínimos para trabalhar na manutenção de uma industrias de refino de petróleo. Seu trabalho éra o de agitação social e de destruição da imagem das FFAA.
Candidatou-se a prefeito de Camaçari e foi derrotado, continuando seu trabalho de subversão da ordem pública. Anos depois, candidatou a Prefeito de Salvador. Perdeu outra vez. E insistiu, até eleger-se Governador, diante do enfraquecimento político de ACM.
Era filiado ao PC do B. Caiu nas graças de Lula e da sua afilhada Dilma. E começou sua carreira de Ministro de Qualquer Coisa. De tudo entendia muito. Foi Ministro da Defesa, não se sabe do que. Nunca defendeu qualquer interesse nacional. Mas aproveitou-se do cargo para sacanear  as forças armadas. E isto ficou bem patente quando "cassou" (cassação post mortem) o Presidente Figueiredo, então morto, trocando o nome do Colégio Militar Presidente João Figueiredo pelo nome do terrorista facínora  Carlos Marighella. Assim indenizou o Ministério do Exército pelo que de lá usufruiu. hcc   
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar