DILMA CASSADA
 
Nesse momento acompanho a votação final da cassação de Dilma Rousseff. Histórico: 61 votos Sim, apenas 20 votos Não. Score emocionante e acima de qualquer dúvida. Desde que o PT assumiu o poder, em 2002, eu pensei que só sairia do poder mediante o uso da força. Felizmente esse meu temor não se confirmou. Estou certo que se evitou assim algum exercício de guerra civil. Certamente esse é um fato da maior relevância e o bem do Brasil prevaleceu.
É um renascer da Nação. O PT chegou ao poder como uma quadrilha que saqueou o país sem dó, aparelhou, roubou, desviou, implantou o reino do vício em substituição ao império da virtude. Desde 2002 o Brasil entrou em entropia moral e as consequências econômicas nefastas foram amortecidas pela bonança internacional. Finda esta, a crise se instalou, porque a prosperidade só pode vir com a higidez moral no trato da coisa pública. A presente crise começa de fato a ser superada com a massacrante votação de hoje. O bode foi retirado da sala.
 
A partir de amanhã acompanharemos o calvário daqueles condenados ao ostracismo político. Prevejo que figuras como Lula e Dilma Rousseff serão julgadas e presas, assim como todos aqueles que estão indiciados no petrolão. É um momento de saneamento geral da Nação, que vai colocar dentro das grades aqueles que a saquearam. O projeto político do PT acabou e a sigla corre o risco de desaparecer, ou ao menos perder a relevância política.
 
O discurso político de esquerda radical ficou de novo minoritário e politicamente inviável. É provável que os parlamentares que remanescem no PT saiam da sigla para sobreviverem politicamente, se escaparem ao impiedoso julgamento das urnas, que deverá prevalecer nos próximos pleitos.
Talvez até estejamos vendo a morte, sempre temporária, do discurso populista tão bem usado por Lula. Penso que a urbanização do país, o efeito poderoso da internet e das redes sociais e a melhoria do nível de escolaridade, tudo junto com a experiência nefasta do PT no exercício do poder deu consciência à Nação de que o populismo é um canto de sereia que conduz a nau brasileira para precipícios profundos. O fracasso de Lula é simultaneamente o fracasso do instrumento populista de ascensão ao poder.
 
Um subproduto importante desse processo foi o renascer, ainda que inicial, das forças políticas de direita de forma organizada. A agenda conservadora foi ressuscitada. Uma democracia que só tenha um campo político é uma falsa democracia, sobretudo em um país como o nosso, cujo povo é essencialmente conservador e preserva os valores religiosos.
 
O país está pacificado, mesmo que as forças do PT tentem tumultuar. Será apenas caso de polícia e se convoque a tropa de choque. Nesse caso, poderemos dizer que “cacete não é santo mas obra milagre”. Essa gente que constela em torno do PT não tem forças para desorganizar o tecido social e o Estado tem como fazer prevalecer a ordem.
 
O Senado maculou em parte sua ação ao inovar e não cassar os direitos políticos de Dilma Rousseff nos termos da Constituição. Não precisava fazer isso, mas dos males o menor. O essencial é que o PT está fora da Presidência da República, sem meios para a ela retornar.
 
Viva o Brasil.
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar