Só isso, Gleisi?

A campanha de Gleisi Hoffmann recebeu quatro pacotes com dinheiro roubado da Petrobras.
 O vídeo da PF obtido pela Veja mostra os locais em que Antonio Carlos Pieruccini, o portador de Alberto Yousseff, entregou a propina.
 O primeiro repasse foi feito no PolloShop de Curitiba. No pacote, havia 250 mil reais. O encarregado de receber a propina em nome de Gleisi Hoffmann, Ernesto Kruger, achou pouco e disse:
 “Só isso?”
 A segunda entrega foi num prédio comercial indicado por Kruger:
 A terceira entrega foi feita no apartamento do próprio Kruger:
O quarto pacote foi entregue no apartamente de Pieruccini e continha a iniciais de Paulo Bernardo, marido de Gleisi Hoffmann e um dos maiores operadores do PT, segundo Marcelo Odebrecht:
 O caminho da propina para "AMANTE" Gleisi
 O caminho da propina para Gleisi: 
 A PF gravou um vídeo para reconstruir o caminho da propina de Gleisi Hoffmann.
O protagonista do vídeo, diz a Veja, é Antonio Carlos Pieruccini, portador do doleiro Alberto Yousseff.
 Ele percorreu as ruas de Curitiba mostrando para a PF como entregou a propina para a presidente do PT.