Image

UM TIRO NO ESCURO, ATINGIU O ÔNIBUS E O PÉ DO LULA, MAS A PRF DIZ QUE NÃO É BEM ASSIM.

A PRÉ-DERRADEIRA FASE DA CARAVANA
CÍVICA. 
L U L A
PELO BRASIL
lula coitadinho

CAMPANHA ELEITORAL ILÍCITA, EXTEMPORÂNEA E ILEGAL.
PSEUDO CANDIDATO "FICHA SUJA",
PRESIDIÁRIO, CONDENADO EM 2ª INSTÂNCIA.
AFRONTA INCONCEBÍVEL Á NOSSA JUSTIÇA.
INDIVÍDUO NOCIVO A SOCIEDADE.
INCENTIVADOR DO ÓDIO E DISSENSÕES.
A POPULAÇÃO DO SUL DO BRASIL, DESCOBRIU AS NEFASTAS INTENÇÕES DO ENERGÚMENO E, ESCORRAÇOU, ELE E SUA IMPÚDICA E VERGONHOSA CARAVANA, DE SUAS CIDADES,
NO ENTANTO, NÃO POUPARAM SUA SIGNIFICATIVA PRODUÇÃO DE OVOS, PARA "OVACIONAR", OS TÃO INCONVENIENTES VISITANTES. A CARAVANA CÍVICA DO LULLA, JÁ ESTÁ NA FASE DA "VITIMIZAÇÃO", PRATICAMENTE A PRÉ DERRADEIRA FASE, A PRÓXIMA E ÚLTIMA, É A FASE DA "DECOMPOSIÇÃO". EM VISTA DE TANTOS INSUCESSOS, OS BARBUDINHOS COLOCARAM EM PRÁTICA O "SUPRA SUMO" DOS PLANOS, BRILHANTEMENTE CONCEBIDO, PELO LUMINAR ESTRATEGISTA, GENERAL STÉDILE E ENTUSIASTICAMENTE APROVADO, PELA SÍLFIDE PRESIDENTA DO PT, GLEICE HOFFMANN. O PRECIOSO PLANO JÁ ESTAVA BOLADO DESDE JANEIRO DO CORRENTE ANO, SERIA A ÚLTIMA CARTADA.
COMO JÁ SE SABE, FOI. 
UM
TIRO NO PÉ
inspirador

UMA ESTORINHA EM QUADRINHO
NÃO BOLADA NA ESTRADA
STÉDILE MANDOU UM EMISSÁRIO EXPLICAR O PLANO " F" DO MST
PARA O CÃODIDATO LUZINAÇO
negao
FEITO

farsa
CONSEQUÊNCIA 
tiro no pe

A MIDIA INDEPENDENTE PUBLICOU
Data: 29/03/2018
A Farsa:
PRF que acompanhava a Caravana da Vergonha
diz que não houve "atentado"
Inúmeros veículos da Polícia Rodoviária Federal (PRF), caracterizados e descaracterizados, acompanhavam a caravana petista no percurso entre Quedas do Iguaçu até Laranjeiras do Sul, onde supostamente aconteceu o ‘atentado’. Para cada trajeto realizado, a PRF emite um relatório. Vejamos o que diz o relatório desse trecho da caravana: "Desde o início das atividades na praça em Quedas do Iguaçu, no ato com o ex-presidente, e no deslocamento até Laranjeiras do Sul, nada de anormal foi visualizado pelos agentes da PRF, tanto os que estavam nas viaturas caracterizadas quanto na viatura descaracterizada", diz o documento. As próprias testemunhas arroladas pelo PT para forjar a encenação não descrevem o momento do suposto atentado.O que disseram na delegacia é que em determinado momento em que os ônibus pararam constataram um pneu furado e marcas de tiro na lataria. Noutras palavras, ninguém viu ou ouviu os disparos. Doravante, a polícia deve começar a tratar o caso como ‘Falsa Comunicação de Crime’. O atentado é mais um crime para o abastado prontuário do PT.

logotipo ibs