Juiz Sergio Moro manda Carta publica para o Povo Brasileiro
Para fazer "a revolução", não precisamos pegar em armas ou acabar com a vida de ninguém. A nossa "arma", são as redes sociais, acredite no poder que nós temos. Basta cada um fazer a sua parte e ampliar.
Tá na sua mão. Na nossa mão. Seja bastante coerente.
Esta é uma Matéria que vale a pena repassar, chega de nepotismo e de interesses ardilosos!
Carta publicada ontem pelo Juiz Sergio Moro da Operação Lava-Jato para 2018
QUE VENHA UM REFERENDO:
Voto facultativo? SIM!
Apenas 2 Senadores por Estado? SIM!
Reduzir para um terço os Deputados Federais e Estaduais e os Vereadores? SIM!
Acesso a cargos públicos exclusivamente por concurso, e NÃO por nepotismo? SIM!!!
Reduzir os 39 Ministérios para 12? SIM!
Cláusula de bloqueio para partidos Nanicos de aluguel e sem voto? SIM!
Férias de apenas 30 dias para todos os políticos e juízes? SIM!
Ampliação do Ficha-limpa? SIM!
Fim de todas as mordomias de integrantes dos três poderes, nas três esferas, Tribunais de Contas e Ministérios Públicos? SIM!
Cadeia imediata para quem desviar Dinheiro Público elevando-se para a categoria de Crime Hediondo? SIM!.
Atualização dos códigos penal e processo penal? SIM!
Fim dos suplentes de Senador sem votos? SIM!
Redução dos 20.000 funcionários do Congresso para um quinto? SIM!
Voto em lista fechada? NÃO!
Financiamento Público das Campanhas? NÃO!
Horário Eleitoral obrigatório? NÃO!
Mandatos com 5 anos, para todos os cargos, e sem direito a reeleição? SIM!!!
Eleições Diretas e Gerais de 5 em 5 anos? SIM!!!
Um BASTA! na politicagem rasteira que se pratica no Brasil? SIM !!
O dinheiro faz homens ricos; o conhecimento faz homens sábios e a humildade faz homens grandes.
DIVULGUEM PELO MENOS PARA DEZ PESSOAS DA SUA RELAÇÃO
VAMOS VER SE MUDAMOS O BRASIL?
ESTÁ EM NOSSAS MÃOS.
LEMBRE-SE: A FICHA LIMPA SÓ ESTÁ AÍ POR MOBILIZAÇÃO DO POVO!!
O pior é que quase ninguém repassa, não sai às ruas como na Grécia, na Síria, no Egito etc. Vamos mudar isso!
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar