A FARRA OLÍMPICA DE DILMA - E QUEM PAGA A CONTA É VOCÊ!
Repassando... (sem comentários, só lamentando profundamente!!!)

Que horror! Ainda mais pelos fatos que mostram que o nosso país se encontra em acentuado processo de erosão social. Com obras e projetos biionários abandonados. Sem saúde: com pessoas morrendo de dor e desamparo nas imensas filas de hospitais desaparelhados, sem médicos e sem remédios. Faltam escolas: com milhões de crianças entregues à própria sorte. Sem segurança. Sem saneamento básico. Enfim, a lista de deficiências é imensa. E os fatos mostram que os governos, em especial, nesses últimos 30 anos, se sucedem e continuam a esbanjar os recursos do Tesouro que representam o trabalho e o suor de um povo, inexplicavelmente, complacente e que se encontra desamparado pelas instituições que deveriam defender a nação mas que, os fatos também comprovam, o que fazem é permanecer em silêncio e usufruindo, também, das benesses do caixa sem fundo em que se transformou este país.
Norton Seng

A FARRA OLÍMPICA DE DILMA - E QUEM PAGA A CONTA É VOCÊ!

Sem contar a fabulosa fortuna da fatura dos famosos cartões corporativos que, nossos impostos pagam, para o governo e seus amigos, e que são sem limite e sigilosos.

ISTO É UMA VERGONHA!

31/07/2012 | 00:00
Visita de Dilma a Londres custou R$1 milhão

A comitiva de oito autoridades que acompanhou Dilma a Londres na terça (24) para as Olimpíadas custou R$900,1 mil aos contribuintes, revela a ONG Contas Abertas. O governo dispensou a nova embaixada e preferiu o cinco estrelas The Ritz London Hotel, um dos mais caros da Europa.O escalão preparatório da viagem consumiu R$195,3 mil em outro hotel, fora os gastos com internet, celular e aluguel de escritórios.

VAMU GASTÁ CAMBADA…

28/07/2012 Giulio Sanmartini.
…que o contribuinte paga.

Nas Olimpíadas de Londres, a “presidANTA” resolveu fazer uma farra com o dinheiro dos impostos. Majestática, levou um séquito de 67 “otoridades”, pa-
ra se ter uma ideia, esse número corresponde a 26% do total dos atletas bra-
sileiros (259)

Foram 9 para sua guarda pessoal: o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), os ministros Antonio de Aguiar Patriota (Relações Exteriores), Aloizio Mercadante Oliva (Educação), Marco Antonio Raupp (Ciência, Tecnologia e Inovação), Aldo Rebelo (Esporte), Gastão Dias Vieira (Turismo) e Helena Chagas (Comunicação Social). Além deles, integram a comitiva Roberto Jaguaribe, embaixador do Brasil em Londres, e Paulo Ângelo Liégio Matão, intérprete.

O Ministério do Esporte, que coordena pelo governo os megaeventos esportivos no Brasil, é a Pasta que apresenta o maior número de “convidados”.

Além do ministro Aldo Rebelo, 20 funcionários de diversas áreas participam de atividades olímpicas em Londres. Também estão representados os ministérios das Cidades, Comunicação Social, Defesa, Justiça, Cultura e Turismo.

Além disso, os presidentes do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, e Caixa Econômica Federal, Jorge Fontes Hereda, também foram “liberados” para acompanhar os jogos.

Como Dilma disse que vinha às Olimpíadas, de olho na preparação dos Jogos Rio 2016, por seus quatro dias de permanência (24 a 28/7), assim, para receber autoridades locais e promover reuniões de trabalho em Londres, a presidANTA Dilma utilizou salas no Ritz Hotel London. Só o gabinete presidencial custou R$ 50.790,30, sendo essa despesa explicada: “São valores pequenos se comparados ao gigantismo dos Jogos Olímpicos, mas a quatro anos do evento no Brasil o governo federal já abriu os cofres para que a festa esportiva no Rio de Janeiro seja a melhor de todas” afirmou a própria “presidenta”.

A participação do Brasil nos Jogos Olímpicos, pode ser considerada no mínimo pífia. O primeiro que o país participou, foi a 8ª em Antuérpia (Bélgica 1920). Nas 22 presenças conseguiu apenas 91 medalhas o que o coloca em 32° lugar do medalheiro mundial. Para se ter uma idéia o 10° país na classificação, a Suécia tem 475 medalhas e o primeiro, Estados Unidos 2298.

Quer dizer, a fora as sacanagens da farra, a viagem de Dilma e a expressão máxima da inutilidade.

(*) Foto: Dilma Rousseff, Eduardo Paes e Sérgio Cabral, formam a equipe que disputará em Londres a modalidade “Cuspe em Distância).
(*) Texto de apoio: Dyelle Menezes.


O preço da farra da turma de Cabral e Paes para assistir a cerimônia de abertura das Olimpíadas

Cabral, Paes, Pezão e a presidente Dilma em Londres


O jornalista Renato Maurício Prado revela na sua coluna do Globo neste domingo, que políticos brasileiros comentavam em Londres que os ingressos só para abertura das Olimpíadas custaram 4 mil libras, o equivalente a 12 mil reais. Levando em consideração que Cabral e Paes carregaram nas comitivas, cada um em torno de 20 pessoas, somando passagens aéreas, hospedagem em hotéis de luxo, transporte em Londres e outras mordomias. É uma verdadeira farra olímpica. E é claro, quem está pagando tudo somos nós. Como disse o colunista do Globo "país rico é outra coisa".

Fontes: Coluna do Cláudio Humberto/blog do Giulio Sanmartini/blog do Garotinho

Ritz Hotel London - Suite view



Ritz Hotel London - Elegant dining spaces



Ritz Hotel London - Exuberance and luxury


Ritz Hotel London - Suite


Ritz Hotel London - Exquisite design


Ritz Hotel London - Elegance and charm


Ritz Hotel London - Exterior




 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar